Notícia

Dólar cai durante o dia, mas vira e emenda 4ª alta, fechando a R$ 3,194


Após operar em queda durante a maior parte desta terça-feira (16), o dólar comercial passou a subir no final da sessão e fechou em alta de 0,17%, cotado a R$ 3,194 na venda. Foi a quarta alta seguida. Na véspera, a moeda norte-americana havia subido 0,11%.


Mesmo com a alta no dia, o dólar acumula desvalorização de 1,51% no mês e de 19,10% no ano.


O dia foi marcado por dados fracos de inflação nos Estados Unidos e indicações de que o banco central norte-americano pode voltar a subir os juros no mês que vem.


Atuação do BC


O Banco Central manteve o ritmo maior de atuação no mercado de câmbio, que começou na última quinta-feira. Pela manhã, o BC vendeu 15 mil swaps reversos, contratos que equivalem à compra futura de dólares.


Dólar barato demais pode atrapalhar a recuperação econômica ao prejudicar as exportações e impulsionar as importações. Por outro lado, o dólar alto ajuda a acelerar a inflação.


Mercado externo


Dados divulgados hoje mostraram que a inflação nos Estados Unidos ficou estável em julho. Isso gerou uma expectativa de que os juros pudessem ser mantidos no mesmo patamar até o ano que vem.


Porém, essa expectativa perdeu força após declarações do presidente do Federal Reserve de Nova York afirmando que o banco central norte-americano pode subir os juros no mês que vem.


Juros mais altos podem atrair para os EUA recursos atualmente investidos em países onde o risco é maior, como é o caso do Brasil.


Fonte: UOL

17/08/2016

TV SITICOMMM

Hino SITICOMMM

Jingle SITICOMMM

Fale com o Presidente

Guia Sindical e Assistencial

Escolha qual o tipo da Guia que deseja imprimir, clicando sobre uma das opções abaixo!

Convênios e Cursos

Apostilas Online

Nossos endereços:

Sede:
Endereço: Rua General Mitre, 586
25 de Agosto - Duque de Caxias
Cep: 25075-100
Telefones: (21) 3658-9930
(21) 3774-5612 / 2653-4212 / 3658-0204
Desenvolvido por:


Todos os Direitos Reservados ao:
SITICOMMM - SINDICATO DOS TRABALHADORES NAS INDÚSTRIAS DA CONSTRUÇÃO CIVIL, DE LADRILHOS HIDRÁULICOS, DE MÁRMORE E GRANITOS, DE MANUTENÇÃO, MONTAGEM E LIMPEZA INDUSTRIAIS, DA CONSTRUÇÃO DE ESTRADAS, PAVIMENTAÇÃO E OBRAS DE TERRAPLANAGEM EM GERAL E DO MOBILIÁRIO, JUNCO E VIME DE DUQUE DE CAXIAS, GUAPIMIRIM, MAGÉ, NILÓPOLIS E SÃO JOÃO DE MERITI.