Notícia

À espera do Copom, dólar fecha em queda, a R$ 3,169


O dólar fechou em queda pelo segundo dia seguido nesta quarta-feira (18) e encerrou no menor nível em mais de dois meses, com o mercado à espera do resultado do encontro do Comitê de Política Monetária (Copom), que pode cortar a taxa Selic pela primeira vez em 4 anos.


A moeda norte-americana fechou o dia em queda de 0,44%, vendida a R$ 3,169 – menor patamar de fechamento desde 11 de agosto (R$ 3,14). Veja a cotação do dólar hoje.


Segundo a agência Reuters, a queda foi influenciada por fluxo de recursos e pelo movimento da moeda norte-americana no exterior.


Na semana passada, o fluxo cambial ficou positivo em R$ 623 milhões, elevando o acumulado até 14 de outubro a R$ 1,15 bilhão de entradas.


No mês de outubro, o dólar recua 2,55%. Em 2016, acumula queda de 19,7%.


"O humor está bom para Brasil, com aprovação da PEC fiscal (em primeiro turno pela Câmara dos Deputados), reorganização política mostra força e reformas podem ser endereçadas de forma correta", comentou o estrategista-chefe da corretora Icap, Juliano Ferreira.


Acompanhe a cotação ao longo do dia:


Às 9h09, alta de 0,07%, a R$ 3,1854


Às 9h19, alta de 0,14%, a R$ 3,1876


Às 9h59, alta de 0,28%, a R$ 3,1919


Às 11h, queda de 0,06%, a R$ 3,181


Às 12h, queda de 0,12%, a R$ 3,1792


Às 12h49, queda de 0,43%, a R$ 3,1692


Às 13h29, queda de 0,39%, a R$ 3,1705


Às 16h20, queda de 0,35%, a R$ 3,172


Leia também: Até quando o real vai seguir valorizado?


Lei de repatriação


O mercado vem trabalhando com trajetória de baixa para a moeda, diante da perspectiva de ingresso de recursos com a proximidade do fim do prazo para a repatriação de recursos de brasileiros no exterior e também com a expectativa de início do ciclo de afrouxamento monetário pelo Banco Central.


O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), disse nesta quarta-feira (19) que o projeto que altera regras para repatriação de recursos no exterior "ainda não" voltou à pauta da Casa e que, por enquanto, a lei fica como está.


A decisão da Câmara de não modificar a lei de repatriação de recursos enviados ilegalmente ao exterior deve provocar considerável aumento da adesão de contribuintes nessa reta final do programa, o que, em termos práticos, poderá influenciar na valorização do real diante do dólar. A leitura do mercado é de que muitos dos investidores que estavam aguardando uma definição sobre o prazo para decidir quando iriam aderir à repatriação agora têm que correr, já que termina no final deste mês.


Expectativa de queda dos juros


O mercado doméstico de câmbio aguarda para o início da noite desta quarta o resultado do encontro do Comitê de Política Monetária (Copom), que na quarta-feira pode cortar a taxa Selic, atualmente em 14,25% ao ano.


Os investidores têm avaliado que a redução da taxa de juros é um sinal de que a economia está exibindo melhora e, nesse cenário, investidores estrangeiros desembarcarão por aqui.


Intervenção do BC


O Banco Central vendeu nesta manhã o lote integral de 5 mil contratos de swap cambial reverso, equivalente à compra futura de moeda.


Fonte: G1

18/10/2016

TV SITICOMMM

Hino SITICOMMM

Jingle SITICOMMM

Fale com o Presidente

Guia Sindical e Assistencial

Escolha qual o tipo da Guia que deseja imprimir, clicando sobre uma das opções abaixo!

Convênios e Cursos

Apostilas Online

Nossos endereços:

Sede:
Endereço: Rua General Mitre, 586
25 de Agosto - Duque de Caxias
Cep: 25075-100
Telefones: (21) 3658-9930
(21) 3774-5612 / 2653-4212 / 3658-0204
Desenvolvido por:


Todos os Direitos Reservados ao:
SITICOMMM - SINDICATO DOS TRABALHADORES NAS INDÚSTRIAS DA CONSTRUÇÃO CIVIL, DE LADRILHOS HIDRÁULICOS, DE MÁRMORE E GRANITOS, DE MANUTENÇÃO, MONTAGEM E LIMPEZA INDUSTRIAIS, DA CONSTRUÇÃO DE ESTRADAS, PAVIMENTAÇÃO E OBRAS DE TERRAPLANAGEM EM GERAL E DO MOBILIÁRIO, JUNCO E VIME DE DUQUE DE CAXIAS, GUAPIMIRIM, MAGÉ, NILÓPOLIS E SÃO JOÃO DE MERITI.